• Kinoruss Edições e Cultura

Jerusa na OCUPAÇÃO RUSSA

Uma mesa coberta de afeto.

A OCUPAÇÃO RUSSA será aberta com uma mesa especial para homenagear o querido Boris Schnaiderman. Sua companheira e parceira de trabalho durante muitos anos, a querida Jerusa Pires Ferreira estará presente.

Será, portanto, uma mesa coberta de afeto, de memórias de uma vida plena, dedicada a iniciativas desbravadoras, de pesquisas inusitadas e corajosas.

Dentre as muitas parcerias intelectuais e poéticas com Boris, destaco aqui a organização do livro Silêncio e Clamor (Editora Perspectiva), do poeta russo Guenádi Aigui, que ofertou à Jerusa um singular poema, quando o casal foi visitá-lo em Moscou, em 1987, que depois foi traduzido por Boris e Haroldo de Campos:

E: círculo

do amor

à querida Jerusa

Rosa chamejante do Brasil

Linhagem-de-flor-do- "Caderno"

da antiga Nogueira Búlgara

diante da presença baixo-murmurante

das Plantas-Que-Não_Se Parecem - Com Nada

(segundo palavras Gália

de uma certa - ei-la! - Moita Lilás)

Gália se corrige:

"Boris? Talvez o tenho

araucariamente-firme

mas -o melhor é dizer - Constante"

com amor

Aigui

Jerusa de Carvalho Pires Ferreira, além de ser uma mulher que encanta seus interlocutores é intelectual de obra vasta, pesquisadora, ensaísta, professora da PUC/SP e tradutora de Paul Zumthor e de Henri Meschonnic. É coordenadora do Centro de Estudos da Oralidade na Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica (PUC/SP) e do Núcleo de Estudos do Livro e da Edição (ECA/USP). É conferencista convidada para instituições, como a Universidade de Limoges (França) e Autônoma de Barcelona. Tem trabalhos publicados no Brasil e no exterior.

Confira a programação completa da OCUPAÇÃO RUSSA que abre amanhã, 4 de agosto, na Biblioteca Mário de Andrade.

#JerusaPiresFerreira #BorisSchnaiderman #OcupaçãoRussa #BibliotecaMáriodeAndrade

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle